O que ocorre quando a tecnologia é associada aos alimentos?

O que ocorre quando a tecnologia é associada aos alimentos?

Normalmente ligada às áreas eletrônicas e médicas, a nanotecnologia – ciência que foca nas propriedades especiais dos materiais de tamanho nanométrico, para criar outros materiais, novos produtos e processos, a partir da manipulação da matéria numa escala atômica e molecular – tem sido acompanhada de perto de outros segmentos também. Mesmo ainda sendo tratada com preocupação e muito sigilo por parte das indústrias alimentícias, a técnica tem evoluído aos poucos neste setor, e, parece que é só uma questão de tempo para que os alimentos ganhem novas características, tanto nutricionais, quanto em suas produções, utilizações e aproveitamentos.

Dentre os benefícios da implementação da nanotecnologia no ramo da alimentação está a utilização da tecnologia para detectar bactérias, estender a durabilidade dos alimentos mais sensíveis ao clima mais quente e adicionar mais qualidade e sabor aos produtos mesmo que não envolva diretamente sua manipulação genética. Em relação às embalagens, a nanoestruturação permite o desenvolvimento de funções ativas, como a liberação de substâncias no produto, que melhoram suas características organolépticas (processos de cura e maturação, fermentação controlada, enzimas, flavorizantes, nutrientes, etc). A nanotecnologia também permite uma melhor “comunicação” do produto com o consumidor, revelando as condições de estocagem e de consumo, além possíveis contaminações.

Leia mais sobre os avanços na Engenharia de alimentos: Introdução à Engenharia de Alimentos – 1ª EDIÇÃO

Por hora, o foco do segmento em relação à nanotecnologia alimentícia ainda está voltado para aspectos da criação de sensores que ajudam a garantir a qualidade dos alimentos ou que facilitem o processo de embalagem, mas, em breve, essa ciência poderá ser aplicada em larga escala na engenharia dos alimentos. E, embora ainda haja todo esse cuidado na utilização de tecnologias quando o assunto é alimentação, o processo de mudança nos alimentos por meio de intervenção humana já existe. Confira alguns alimentos que foram modificados geneticamente por meio da tecnologia: