Novo remédio para controle de colesterol deve chegar no Brasil ainda esse ano

Novo remédio para controle de colesterol deve chegar no Brasil ainda esse ano

Hoje comemora-se o Dia Nacional do Controle de Colesterol, a data ressalta a importância que devemos ter no controle da alimentação para manter uma saúde equilibrada, e este ano tem ainda mais motivos para ser lembrada: um novo medicamento de controle do colesterol deve chegar ao país. A substância que passou a ser comercializado na Europa em 2015, tem previsão de chegar no Brasil até o fim deste ano, e é uma alternativa para pacientes que, até então, não conseguiam atingir as taxas ideais do colesterol ruim (o LDL-C ).

”A base da substância é evolocumabe, um anticorpo humano que inibe a proteína responsável pela redução da capacidade do fígado de remover o LDL-C do sangue. O remédio, que funciona com uma injeção subcutânea a cada duas semanas, é também esperança para os intolerantes às estatinas — a redução do colesterol deste grupo foi de até 50%, segundo estudos.” (Fonte: Extra)

O colesterol alto é um dos principais causadores das 17,5 milhões de mortes por doenças cardiovasculares no mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde. Ou seja, cerca de 40% da população no Brasil têm colesterol elevado, segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia. Nessa estatística, mora o perigo: quando se aumenta o colesterol, há aumento da taxa de morte por doenças cardiovasculares.

Os riscos de aumento no colesterol aumentam quando se adquirem  hábitos errados como: consumir alimentos muito gordurosos,  falta de atividades físicas, cigarro, falta de controle da hipertensão arterial e diabetes, todos esses fatores contribuem para agravar as complicações relacionadas ao colesterol. Para reverter esse quadro é preciso levar uma vida saudável, praticar atividade física (cerca de 150 minutos por semana), manter uma alimentação balanceada entre outros.

COMPONENTES DO TRANSPORTE DE LIPÍDIOS

COLESTEROL E TRIGLICERÍDIOS

¹O colesterol é um constituinte fundamental das membranas das celulas eucarióticas e o precursor da síntese de hormônios esteroides, como cortisol, vitamina D, progestinas, estradiol e testosterona. Os triglicerídeos transportam os ácidos graxos, nutrientes que são utilizados preferencialmente pelo tecido muscular e são especialmente importantes como fonte de energia no estado de jejum. O sistema de transporte de lipídios evoluiu para transportar as gorduras de um local para outro por meio de um ambiente aquoso, pois tanto o colesterol quanto os triglicerídios são essencialmente insolúveis em água.   

ESTEROIDES ADRENOCORTICAIS

²O precursor de todos os esteroides adrenocorticais é o colesterol. A maior parte do colesterol é fornecida para o córtex suprarrenal pela circulação, e pequenas quantidades são sintetizadas, novas, nas células suprarrenais corticais. O colesterol circula ligado a lipoproteínas nas membranas das células adrenocorticais; o complexo lipoproteína-colesterol se liga e é transferido para a célula por endocitose. No interior das células, o colesterol é esterificado e armazenado em vesículas citoplasmáticas, até que seja necessário para a síntese dos hormônios esteroides.

¹Trecho retirado do livro Goldman Cecil Medicina, Elsevier

²Trecho retirado do livro Fisiologia, Elsevier.