himss

Estudo sobre uso do ClinicalKey conquista Prêmio Healthcare Innovation da HIMSS LA 2015

Também finalista do Prêmio Líderes da Saúde do Grupo Mídia, no dia 10/12, em São Paulo, “Case Study with Clinicalkey – Evidence-Based Medicine” demonstra a qualidade superior da ferramenta de busca da Elsevier

Case Study with Clinicalkey – Evidence-Based Medicine venceu o Prêmio Healthcare Innovation da edição latino-americana 2015 da Healthcare Information and Management Systems Society – HIMSS, na categoria Cuidados Agudos. Com a conquista, o ClinicalKey – ferramenta de buscas clínicas da Elsevier – passa a ser reconhecido como o CDS (Clinical Decision Support System) que mais se adequa ao EMRAM, Modelo de Adopção do Registo Médico Eletrônico proposto pela HIMSS para auxiliar as instituições de saúde a alcançarem maior qualidade e governança clínica através do uso da tecnologia.

Segundo Jeremy T. Bonfini, vice-presidente executivo do setor de serviços globais da HIMSS, “os sistemas de saúde estão sob pressão real para fornecer mais e melhores cuidados por menos. A única solução é tornar-se mais eficiente e isso exige sistemas de TI de classe mundial.”

O estudo realizado em um hospital privado, referência em medicina de alta complexidade no  Rio de Janeiro, partiu de uma série de entrevistas com a diretoria da instituição para levantar os itens mais glosados. Foram identificados  17 itens com maior recusa de pagamento pelas operadoras de saúde, no período de janeiro a setembro de 2014, o que representou uma perda de receita em torno de R$ 1 milhão para o hospital. O Clinicalkey forneceu evidências para fundamentar a adoção de 15 dos 17 itens glosados, demonstrando ser útil no processo de reversão das glosas aplicadas e recuperar um valor de R$ 865.000,00.

O ineditismo do estudo, em um  mercado que conta com quase nenhuma informação sobre o papel de ferramentas de busca clínica na redução de despesas hospitalares, rendeu ainda uma indicação como finalista ao Prêmio Líderes da Saúde, realizado pelo do Grupo Mídia, com cerimônia dia 10/12, em São Paulo.

“A medicina baseada em evidência oferece a fundamentação necessária para minimizar a incidência de glosas. Existem várias classificações dos níveis e graus de recomendação das evidências mas, por serem simples e praticáveis, os critérios estabelecidos pela metodologia Cochrane são os mais utilizados pela comunidade médica. Para embasar o estudo de caso do ClinicalKey, a metodologia Cochrane serviu de modelo teórico para demonstrar como a ferramenta da Elsevier permite que os profissionais de saúde  pesquisem, identifiquem e encontrem, com rapidez e facilidade, as mais relevantes evidências a partir dos filtros de buscas que a plataforma oferece”, explica Giselle Vasconcellos, Coordenadora de Marketing da Elsevier e autora do estudo.

Acesse para fazer o download do ClinicalKey Case Study http://bit.ly/1Ps0Ot1

HOSPITAIS COM CLINICALKEY NO BRASIL E INTEGRAÇÃO A PRONTUÁRIOS

No Brasil, a lista de instituições que já utilizam o ClinicalKey inclui os hospitais Sírio-Libanês, Israelita Albert Einstein, Beneficência Portuguesa, São Rafael, Instituto do Coração de São Paulo (INCOR), entre outros. A ferramenta também está integrada aos prontuários eletrônicos das plataformas SoulMV e Athimos, das empresas MV e a WW8, respectivamente. Segundo Giselle, “interoperabilidade entre as melhores soluções de cada área é a chave para que a tecnologia contribua cada vez mais para a qualidade da saúde”.

Recurso criado pela Elsevier, líder mundial no fornecimento de produtos de informação científica, técnica e médica, o ClinicalKey oferece evidências para mais de 30 especialidades médicas e cirúrgicas, incluindo todo o conteúdo de livros consagrados de autores renomados e periódicos de referência publicados pela Elsevier, guidelines, revisões sistemáticas, ensaios clínicos, MEDLINE, além de vídeos, imagens, procedimentos e monografias sobre drogas.

Médicos e profissionais de saúde acessam ClinicalKey 24 horas por dia, 7 dias por semana, através de diversos dispositivos móveis e encontram rapidamente informações confiáveis para diagnósticos e condições médicas, além das pesquisas mais recentes sobre doenças e tratamentos. Desde o lançamento mundial em 2012, centenas de hospitais e escolas médicas adotaram a ferramenta.

Conteúdo produzido por: Dedicata Comunicação