12050892_10208283629072336_163867715_o

Elsevier participa de projeto de incentivo à leitura

A editora Elsevier se juntou ao Projeto Mais Leitura para cultivar, cada vez mais, nos jovens o hábito da leitura. O projeto, que está encantando o público – tanto que é carinhosamente chamado de “parque de diversão” -, se orgulha também de ajudar a formar as gerações futuras. Os pequenos e jovens leitores são assíduos frequentadores nesta aventura mágica da leitura. Criado em 2011 para democratizar o acesso à cultura, o Mais Leitura já vendeu três milhões de livros, beneficiando mais de 800 mil cidadãos fluminenses. As obras são dos mais variados gêneros e custam de R$ 2,00 a R$ 4,00.

Promovido pela Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro, o Projeto Mais Leitura, que conta com o apoio do Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel), é fruto da parceria com as melhores editoras, entre elas a Elservier, que disponibiliza títulos técnicos/acadêmicos desde o início, na abertura do primeiro ponto de venda, em junho de 2011.

Os números do Projeto Mais Leitura espelham a pujança cultural do Estado do Rio de Janeiro e são a prova de que os fluminenses apreciam a leitura. E o melhor é que mostram que uma nova geração de leitores está se formando. Só no primeiro semestre de 2015, o Mais Leitura vendeu 500 mil livros. Em 2014, foram quase 1 milhão de exemplares. Os títulos infantis e infanto-juvenis, os mais procurados, com 40% das vendas, reforçam a importância do Projeto Mais Leitura na criação de novos leitores. Os livros técnicos/acadêmicos correspondem a 20% das vendas e 40% estão divididos entre os mais diversos gêneros, que incluem romance, biografia, religião, autoajuda e poesia.

Onde estão as agências

As agências fixas do Projeto Mais Leitura estão na unidade do Rio Poupa Tempo no Bangu Shopping,  com atendimento de segunda a sexta, das 8h às 17h, e aos sábados, das 9h às 13h, e no Shopping Bay Market, em Niterói, com atendimento das 10h às 21h, de segunda a sábado.

Os cidadãos podem fazer de graça o “Cartão do Leitor”, que dá de brinde um livro a cada dez comprados. Os postos de vendas aceitam cartão de débito e Vale Cultura (Sodexo e Alelo).

O Projeto Mais Leitura está, desde setembro de 2013, visitando os municípios do Estado. Com capacidade para mais de 10 mil livros e 700 títulos, um estande de 48 metros quadrados,  personalizado com as logomarcas do Projeto Mais Leitura, do Governo do Estado do Rio de Janeiro e das Prefeituras, é montado nas praças durante duas semanas. E conta com expositores, computadores e balcão.

Na versão itinerante, os títulos mais procurados também são os infantis e acadêmicos. Por onde passa, a unidade itinerante faz sucesso.  Em Teresópolis, por exemplo, em dez dias, foram vendidos 25 mil exemplares.

Os próprios moradores das cidades solicitam o Projeto, através do Facebook. Sem falar nos leitores de outros Estados do país, que também manifestam o desejo de receber o Mais Leitura em seus municípios.

O público de até 25 anos, na sua maioria estudantes, representa o maior percentual de consumidores no Projeto. Mais do que vender livros, o Mais Leitura promove cidadania. Os gêneros literários mais procurados na loja de Niterói, cidade que tem o mais elevado índice de Desenvolvimento Humano do país, estão os clássicos e biografias, além dos infantis, infanto-juvenis e acadêmicos.  Bairro carioca pioneiro do futebol, Bangu, que já foi o principal polo têxtil do Estado, mostra que também tem tradição cultural. Os moradores do bairro que visitam o Projeto Mais Leitura gostam de todos os gêneros, entre eles, estão os didáticos, romances e autoajuda.

Presença atuante

Depois do sucesso na estreia na Bienal do Livro do Rio, em 2013, quando foram vendidos quase 70 mil livros, o Projeto Mais Leitura também estará presente na Bienal deste ano, que acontece de 3 a 13 de Setembro.

Uma parceria com a Secretaria de Estado de Saúde  e a Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro está levando livros aos pacientes da rede pública.. O Projeto Mais Leitura, Mais Saúde é uma biblioteca hospitalar itinerante com o objetivo de ajudar na recuperação dos pacientes, tornando mais humanizado o processo de hospitalização. O projeto piloto começou em julho deste ano no  Hospital Estadual Anchieta, localizado no Caju.

Na Página do Projeto Mais Leitura no Facebook, os cidadãos ficam sabendo do roteiro das versões itinerantes e podem fazer comentários e sugestões.

Em 2014, o Projeto Mais Leitura recebeu o título Personalidade Cidadania por contribuir para o desenvolvimento humano e para o avanço da cidadania no país, nas áreas de Educação, Trabalho e Promoção Social. O slogan do Projeto, “Dentro de um livro, a gente encontra mais que histórias. Encontra cidadania” resume a importância da democratização do acesso à leitura.

O Projeto Mais Leitura proporciona acesso à informação e ao aprendizado e isso é muito gratificante. O livro pode levar o leitor a diferentes lugares, sensações e emoções. Porém, o mais importante é que a iniciativa forma novos leitores. Hoje, 40% dos livros que vendemos são para crianças. Essa leitura trará um enorme benefício e causará um impacto no futuro desse jovem- afirmou o presidente da Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro, Haroldo Zager. 

Projeto Mais Leitura

Imprensa Oficial do Estado do Rio de Janeiro

Tel: 2717-4334/ 99988-2800– Roberta Campos Babo Fernandes

www.facebook.com/ProjetoMaisLeitura

Conteúdo produzido por: Roberta Campos Babo Fernandes atendendo a um pedido da Elsevier Notícias