Meio ambiente

Dia Mundial do Meio Ambiente

Foi instituído na Conferência das Nações Unidas sobre o Meio Ambiente Humano de 1972, em Estocolmo, que todo dia 05 de junho seria comemorado o Dia Mundial do Meio Ambiente. A data foi escolhida por coincidir com a realização da conferência, e tem como objetivo principal conscientizar a população  sobre os problemas ambientais e necessidade de preservação dos recursos naturais, que até então eram considerados, inesgotáveis.

A Elsevier, sempre preocupada com as questões sociais e com o meio ambiente já lançou diversas obras voltadas para o tema, que podem ser apreciadas por pessoas interessadas em causas ambientais, ou estudantes universitários. Hoje daremos destaque a duas dessas obras publicadas, que são: Turismo e Meio Ambiente e Economia do Meio Ambiente 2 ED. A primeira apresenta um estudo da disciplina do Turismo que sempre esteve presente nas instituições acadêmicas: as interações do turismo com o meio ambiente, composto de elementos bióticos e abióticos, e que exige contribuições de diversas áreas, como Geografia, Ecologia, Arquitetura, Antropologia, Sociologia, Administração, entre outras. Além disso, pessoas preocupadas com questões ambientais também discutem, cada vez mais, a importância da visitação a áreas naturais como caminho para a conscientização e consequente conservação de ecossistemas. Portanto, esta obra não interessa apenas a teóricos, mas a todos os interessados pelo turismo brasileiro e sua importância e impacto no desenvolvimento sustentável e econômico do país.

Já em Economia do Meio Ambiente 2 ED, a obra é composta por 16 capítulos divididos em três partes: a primeira trata dos fundamentos da economia do meio ambiente em uma abordagem que conjuga as perspectivas da economia ecológica, de poluição e dos recursos naturais. Já os capítulos da Parte II abordam temas relacionados à políticas ambientais e gestão empresarial, a partir de um ponto de vista distinto da economia ambiental, voltando-se para outras correntes de pensamento econômico e incorporando outras disciplinas das ciências sociais. A última parte da obra relata uma área específica de grande relevância ao Brasil, que é a valorização e compensação de serviços ambientais. A obra traz a relação entre a economia ecológica, a dos recursos naturais e a ambiental totalmente voltada para a realidade brasileira.

As duas publicações da Elsevier mostram que apesar de muitos alegarem que a mudança deve acontecer em escala mundial e que apenas uma pessoa não consegue mudar o mundo, é fundamental que cada um faça a sua parte e que toda a sociedade reivindique o cumprimento das leis ambientais. Todos devemos assumir uma postura de responsabilidade ambiental, pois só assim conseguiremos mudar o quadro atual.

 

“A proteção e o melhoramento do meio ambiente humano é uma questão fundamental que afeta o bem-estar dos povos e o desenvolvimento econômico do mundo inteiro, um desejo urgente dos povos de todo o mundo e um dever de todos os governos.”

(Declaração de Estocolmo sobre o ambiente humano – 1972)