Scientist examining samples

Dia do Engenheiro químico

No dia 20 de setembro é comemorado o dia do profissional que é formado em engenharia com foco na área química. A Engenharia Química é um ramo bem abrangente, podendo ser conhecida também como engenharia universal, uma vez que combina conhecimentos mais básicos de engenharia como matemática e física, com outros mais específicos como química, biologia, computação, entre outras ciências, com o intuito de elaborar projetos, implantar e operar plantas industriais, além de desenvolver novos processos químicos, biológicos ou físicos de transformação de matérias-primas.

O engenheiro químico tem um leque bastante amplo de áreas onde pode atuar. Existem funções ligadas à engenharia ambiental, bioengenharia, engenharia de segurança, engenharia de produção, na gestão de tecnologias e processos de inovação, área técnica de vendas entre outras. Este profissional atua também no desenvolvimento de novos processos e produtos químicos e em suas alterações, focando em elaborar processos químico-industriais superiores, ecológicos, seguros e econômicos buscando alinhar seus conhecimentos com os interesses e necessidades do negócio.

Sugestão de leitura para os engenheiros químicos

Para essa data especial sugerimos uma leitura especial: SISTEMAS PARTICULADOS#. A obra, que é de Ricardo Pires Peçanha, foi publicada pela editora Elsevier  e trata-se de um livro-texto para cursos de graduação. O livro apresenta as operações unitárias envolvendo interação entre partículas e fluídos. Exemplos: separação sólido-fluído (câmaras de poeira, ciclones, hidrociclones, filtração, sedimentação).

O objetivo de SISTEMAS PARTICULADOS# é capacitar alunos ao projeto, avaliação e a prever efeitos de ajustes operacionais em equipamentos onde são conduzidas essas operações unitárias. A obra é inteiramente focada em sistemas particulados e sua abordagem é em nível de cursos de graduação, portanto totalmente acessível à utilização por profissionais do setor industrial.

Curiosidade

Alfred Nobel foi o pai da engenharia química, pois durante sua vida contribuiu muito para o desenvolvimento de novos processos químicos, sendo considerado o inventor da dinamite e também da borracha sintética. Após sua morte, um dos desejos de seu testamento foi atendido – a criação de uma premiação que reconhecesse os méritos de pessoas que tivessem dado uma grande contribuição para a humanidade – o que chamamos atualmente de Prêmio Nobel. A honraria premia áreas de conhecimento como: química, física, medicina, literatura, ciências econômicas, além do Prêmio da Paz, que contempla quem teve algum tipo de contribuição para a manutenção da Paz Mundial.