caminhao-faz-entrega-de-cerveja-dirigindo-sozinho-nas-estradas-dos-eua

Caminhão dirige sozinho com inteligência de software nos EUA

Mais de 51 mil latas de cerveja foram levadas, no primeiro uso comercial da tecnologia autômata, por um caminhão sem motorista por quase 200 quilômetros de estrada nos Estados Unidos. A velocidade média do percurso foi de 89km/h e o transporte foi realizado pela Otto, empresa recém-adquirida pelo Uber. Segundo informações divulgadas, a fabricante da Budweiser pagou US$ 470 pela remessa, que é o mesmo valor de mercado pelo serviço com motorista.

A primeira corrida do caminhão autônomo foi da cidade de Fort Collins até Colorado Springs, onde o veículo percorreu todo o trajeto de vias expressas sozinho, contando apenas com o auxílio do motorista que estava atrás do volante em pequenas parcelas do trajeto: trechos urbanos, onde há pedestres, sinais de parada, cruzamentos e outros cenários de imprevisibilidade. Retornando à estrada o piloto automático se encarregou do percurso, mantendo uma distância segura e alternando de faixas quando necessário.

Neste tipo de processo, em que é utilizada tecnologia em uma atividade usualmente exercida por humanos, o estranhamento inicial é algo comum. Mas assim como ocorreu no início do século XVIII, na Revolução Industrial, em que as máquinas foram inventadas com o propósito de poupar o tempo do trabalho humano, cada vez mais a tecnologia vem ganhando espaço nos mais variados setores. Para que esse processo seja realizado sem oferecer riscos à vida humana é necessário uma análise rigorosa de controle de teste que avaliará diversos critérios como os riscos, viabilidade e custo do projeto.

”¹A experimentação em Engenharia de Software (ES) tem como objetivo caracterizar, avaliar, prever, controlar ou melhorar todos os produtos, como também o processo, recursos, modelos ou teorias. […] a experimentação pode proporcionar uma base de conhecimento para reduzir incertezas sobre quais teorias, ferramentas e métodos são adequados, como também descobrir novas áreas de pesquisa ou conduzir as teorias para direções promissoras.”

¹Leia mais sobre desenvolvimento de software em: Introdução ao Teste de Software   

Mesmo que a informatização agregada aos processos ainda gere desconfiança em alguns, o estudo da Administração Nacional de Segurança de Tráfego nas Estradas (NHTSA) comprova que a tecnologia reduz os riscos de acidentes e mortes nas estradas, já que 94% das colisões são causadas por erro humano.

O veículo da Otto é equipado com hardware e software avaliado em US$ 30 mil e que pode ser instalado em qualquer caminhão com transmissão automática. As câmeras, radares e sensores LIDAR garantem autonomia nível 4, que dispensa o motorista na maior parte do tempo. Atualmente a empresa tem seis caminhões de teste e continua aprimorando seu software.

*Vídeo e imagem: não autorias extraídos da internet.