Bbbbbb

As interfaces da comunicação acadêmica

Atualmente, cientistas e acadêmicos, em geral, sofrem intensa pressão para publicar seus resultados de pesquisa em periódicos relevantes e de reputação, seja qual for a área de conhecimento. E, embora existam outros meios para a divulgação dos resultados de pesquisa, o mais comum é que isso ocorra pela publicação de artigos.

A comunicação acadêmica envolve uma série de possíveis interfaces entre autor–leitor, em graus mais ou menos formais. As instâncias de comunicação mais informais envolvem, via de regra, a comunicação oral, que não está registrada textualmente.

¹A comunicação acadêmica do tipo oral tende a apresentar algumas vantagens, como assegurar a imediata interação entre os interlocutores, a adaptação da comunicação ao contexto em que está sendo processada e o imediato feedback sobre o impacto da mensagem nos interlocutores. Entretanto, tal tipo de comunicação também tem suas desvantagens: não é facilmente registrada em texto nem passível de revisão anônima pelos pares antes da comunicação, tampouco costuma ser reprodutível.

O fato é que a comunicação acadêmica também ocorre de maneira formal, por meio da escrita e da documentação de palavras. E, da mesma forma que a comunicação oral, a escrita pode alcançar poucos ou múltiplos interlocutores.

¹Trecho retirado integralmente do livro Elaboração de Artigos Acadêmicos.