webinar

A nova portaria normativa do MEC

 

Os universitários sabem que estudar com as ferramentas certas faz toda a diferença. É grande a quantidade de conteúdos e, muitas vezes, o tempo não segue o mesmo ritmo. Pensando assim, os estudantes precisam aproveitar cada momento para ler um livro, fazer um exercício, estudar a matéria da próxima prova ou até mesmo ver um vídeo.

A portaria normativa do MEC de 2017 ressalta que para os polos de ensino à distância atingirem conceito 5 é necessário ter na biblioteca ao menos um exemplar físico de cada livro da bibliografia existente no Projeto Pedagógico do Curso (PPC). Além disso, todos os livros da PPC devem ter acesso virtual e estarem disponíveis em computadores com acesso à internet para os alunos. A   organização no site da biblioteca deve conter ainda uma relação de no mínimo 10 títulos de periódicos virtuais relacionados a cada curso oferecido pela instituição.

Pensando nesses novos conceitos, a bibliotecária Míriam Rocha falará sobre processos de regulação do ensino superior e as bibliotecas universitárias, diante das mudanças contidas nos novos instrumentos de avaliação (MEC/INEP).

A apresentação, de 45 minutos, estará centrada nas alterações dos instrumentos (institucional e de cursos) e a relação com a aquisição do acervo e serviços  da biblioteca universitária.

Míriam Rocha é formada em Biblioteconomia pela UNIRIO, consultora e assessora para avaliação de bibliotecas universitárias, com mais de 20 anos de experiência em “Avaliação de Bibliotecas Universitárias pelo MEC”, dentre outras funções.

Se inscreva em: https://goo.gl/eYpu9M